18 de dez de 2011

Confesso



Fraco,
padeço.
Em teus braços
desapareço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário